[My Authorship] Poema: “Entre o Gado”

Entre o Gado

Fui sendo levada
Como um boi numa boiada.
Arrastada andava,
Dirigida por uma vara.

Amarrada, estava.
Cabresto, usava.

No abatedouro, sacrificada.
Minha carne, arrancada.
Sangria, bem aplicada.

Jaz ali agora a casca, dependurada.

Alma libertada?

Sangue que jorra e lava,
Tinge de rubro mais uma alvorada.

Anúncios

[My Authorship] Poema: “Outra Tentativa”

Outra Tentativa

Quando você menos espera…
Já era!
Quem tanto lhe dava carinho…
Foge de fininho.
Busca amor noutra freguesia…
E você, sentindo-se vazia,
Chance ao azar resolve dar…
Quiçá, a vida há de melhorar!

Ser passiva na investida? Não!
Sempre ativa, mas pé no chão!

Preparada? Você está!
Surpresa boa ou má, o que haverá?
Aberta ao amor? Será?
O que a vida ainda lhe reservará?

Amar é se doar
Ofertar
Sem pestanejar
Apostar
Sem pensar em ganhar.

Atitude de quem vive de coração
Ao mergulhar numa nova emoção,
Nadando na contramão da razão,
Sabendo duma possível decepção.

Embora ser amada,
Correspondida,
Pareça ser mera ilusão,
Seja desinibida!
Não desiste, não!

Mais uma tentativa?
Não desanima, acredita!
Pode deixar que ficarei na torcida.
Seja realista,
Mas também otimista.
Insista, não desista,
Resista ao ser tolhida novamente pela vida.

Todo o sentimento doado não é desperdiçado
De alguma forma, este há de ser retornado.
Mas troca o continente por um melhor conteúdo.
Analisa direito o conjunto.
Água límpida também é insípida.
Ornamentos ilusórios, defeitos claros aos olhos.

Ele é indigno disso! Saia de perto desse precipício!
Seus sentimentos podem migrar prum melhor destino.
Mesmo que o outro não seja quem você queria a princípio,
Escolha quem seu amor mereça e queira compromisso.
Pois quem valoriza o que recebe, doará muito mais do que deve.
Então o amor se propagará e a relação se firmará.
Ganha-se afeição, apenas quem presenteia de coração.
Ao demonstrar o devido ardor, amar-se-ão com fervor.

By Hagiwara Rin
Made by Hagiwara Rin / Fonte: zerochan.net

[My Authorship] Poema: “Malogrado”

Malogrado

Num estalo, foi tudo para o ralo!
Proceder equivocado! Engano dobrado!

Pediu demissão pra acabar com a escravidão.
Mas, sem noção, procurou outro ganha-pão
Que lhe inseriu mais uma vez na servidão.

Imersa no sistema,
Dessa vez sem algema,
Aceitou o esquema,
Cedeu a pressão.

Sentiu que era obrigação:
“Tudo pelo patrão!”
Mas seu esforço era em vão!
Uma grande ilusão!

“Peça essencial?
É o escambau!”

Mais tarde, descartada foi, é verdade, sem fazer alarde.
Tremenda sacanagem! Menos que um parafuso na engrenagem!

Sua tensão anterior, primária,
Transmutou-se em secundária.
Coitada da operária!
Sentiu-se uma pária
De sua amada pátria!

A escória desqualificada
Duma competição desenfreada!
O mérito aqui não significou nada!
Quem sabe numa próxima parada?
Pois o fluxo não para… Dispara!

[Sugestão] Cardcaptor Sakura OAD – “Sakura to Futatsu no Kuma”

Sessão nostalgia está de volta!

Boa notícia para todos os otakus de plantão: CCS is back!

Nos posts iniciais desse blog, eu havia confabulado que seria muito fofo se a Sakura e o Syaoran do anime Cardcaptor Sakura tivessem pelo menos um final igual ao do mangá: um abraço que deveria ter sido mostrado no filme!

E não é que o OAD (Original Animation DVD) “Sakura to Futatsu no Kuma” (prólogo para o novo anime de Cardcaptor Sakura, entitulado Clear Card-hen) nos legou um final mais parecido com o do mangá! \(^o^)/

Não foi apenas o abraço… Pudemos presenciar, como no mangá, os ótimos conselhos que Eriol, Tomoyo e Yukito deram para Sakura! Faltou apenas as conversas que a protagonista teve com Chiharu e Rika, amigas que também a ajudaram na compreensão de seus sentimentos. Porém, pra mim, está aprovado como continuação e prólogo para uma nova etapa da vida de Sakura.

Card Captor Sakura OAD - Sakura to Futatsu no Kuma
Aqui estão os links para assisti-lo:
OAD “Sakura e os Dois Ursinhos” com legendas em Português
OAD com legendas em Espanhol
OAD com legendas em Inglês

[My Authorship] Poema: “Atrás da Cortina”

Atrás da Cortina

Chuva cai lá fora!
Cortina fechada.
Esconde a chuva,
Esconde a água.

Atrás dessa cortina,
Líquido essencial pra vida.

Chuva…
Lá fora.

Cai…
Em ótima hora.

E cai…
Em gotas d’água.

E cai…
E forma enxurrada.

Atrás dessa cortina,
Elemento primordial pra vida.

Devo abri-la?

Fotos por Apoli-chan, tiradas em raro dia de chuva dentre tantos dias de sol escaldante.

[Sugestão] JkMONDE: Poema “O sucessor das três letras” por Jak

Ah! SIM! Eis a estrada que vc deve seguir! Seria tão mais fácil se os sussurros não nos desencaminhassem de nosso verdadeiro destino. Mas qual seria o caminho que nos legaria menos sofrimento? Quem pode me dizer que “SIM! Este é o caminho?”… Amei Jak! ♥

15:49 post de hoje: poesia – photos/text por jak Abriram as asas, venha-se o vento Fecha-te as mágoas, livrais do sofrimento Das velhas manias, declinam-se forças internas repletas por si, inteiramente, esportivamente, discretas. Um só por todo, encarece o tecido desfiado Como a vela no escuro, num dia ensolarado reduzindo… vociferando… Espreitando a veracidade, no […]

via O sucessor das três letras — JkMONDE