[My Authorship] Poema: “À Porta”

À Porta

Não fique decepcionado
Pelo meu atual estado.

Prontamente estarei de volta.
Veja só, já estou batendo à porta!

Anúncios

[My Authorship] Poema: “Presciência”

Presciência

Se um dia o seu pé vacilar,
Não se preocupe,
Estarei aqui para lhe ajudar!

Serei sua bengala,
Ou sua muleta,
Empurrarei sua cadeira.

Só não deixe de se movimentar!
Porque, se você parar,
Deixando o mal se apoderar,
Será mais difícil voltar a andar.

 

[My Authorship] Poema: “?”

?

Grito mudo.
Tiro a esmo?
Grito surdo.
Mais do mesmo?
Foi tiroteio?
Não! Acertou em cheio.

Sei que é cedo,
Mas tenho medo.
Pois o sol não nega,
Apenas entrega
O que a escuridão à noite vela:
Morte se revela, morte na favela.

Execução certa.
Razão encoberta.

Mais um caixão em meio a comoção.

Governo incitado à ação pelos mártires da nação.

Povo em polvorosa,
Revolta dolorosa.

Símbolo estampado no peito,
Reconhecimento internacional do feito.

Show midiático,
Discurso emblemático,
Sensacionalismo barato,
Aproveitadores do fato.

Grande Figura deve fenecer pra justiça acontecer?

Tantos outros morreram primeiro!
Investigações relegadas por inteiro.
Não tem jeito? É direito?
Poxa! Igualdade vira piada nesse meio.